Fique por dentro!

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Dicas para quem vai de intercâmbio sozinho

Vai fazer um intercâmbio sozinho? Essa opção é ótima para que você mergulhe de cabeça no idioma e na cultura local. Mas é claro que, ao viajar sozinho é importante ficar atento a alguns detalhes que podem deixar a sua viagem ainda melhor. Pensando nisso, preparamos algumas dicas para ajudar quem vai fazer um intercâmbio sozinho. Confira!


1. Pesquise o destino

Estude bem a cidade e o país que vai visitar. Veja dicas em blogs, sites, revistas e vídeos sobre a cultura, o transporte, os costumes, a segurança, os locais. Faça uma lista de lugares que você quer visitar durante o intercâmbio e pesquise cada um deles, isso te ajuda a se planejar melhor lá e não perder tempo nem dinheiro.

2. Tecnologia a seu favor

Smartphones são um grande facilitador para quem quer colocar o pé na estrada: você pode pesquisar informações sobre trânsito e transporte, ver mapas, conferir a opinião de outras pessoas, conversar com a família, mandar fotos, fazer listas, ver dicas e sugestões, traduzir placas, se distrair enquanto espera numa fila e muito mais. Certifique-se de que o seu celular está habilitado e aproveite locais com wi-fi aberto ou procure uma operadora de celular no seu destino e compre um chip local (SIMcard) e um plano de internet. Não se descuide com o aparelho na rua para não correr o risco de ser roubado.


3. Faça um seguro internacional

Essa dica é obrigatória para qualquer pessoa que deseja viajar, independente do destino, mas é ainda mais importante se você vai viajar sozinho, sem ter um amigo ou parente para te socorrer se preciso. Muita gente acha desnecessário fazer o seguro, mas imprevistos e incidentes acontecem, e você não vai querer ficar sem uma assistência médica em um país diferente, longe de todo mundo que conhece e sem dominar a língua local. Copie os telefones de emergência e leve sempre junto com o cartão do seguro.

4. Monte um kit

Faça um “kit de sobrevivência” com artigos de higiene pessoal, álcool gel, protetor solar, remédios básicos (para gripe, dor de cabeça, entre outros) e aqueles que você já toma sob a orientação médica. Em alguns países não é possível comprar remédios sem prescrição médica, além dos preços que podem ser mais salgados. Assim, você economiza e fica preparado para emergências.


5. Não exagere nas malas

Lembre-se de que você vai estar sozinho; isso significa que não vai ter ajuda para carregar a bagagem. Malas leves facilitam o deslocamento e evitam que cansaço e stress desnecessários. Na hora de fazer as malas, escolha peças versáteis que possam ser combinadas de várias formas.


6. Controle o dinheiro

Estar sozinho também significa que você não vai ter um amigo para emprestar dinheiro em uma emergência ou se gastar mais do que deveria. Por isso, é importante calcular os gastos e quanto você ainda tem disponível para não passar apertado. Evite andar com todo o seu dinheiro para não cair na tentação de fazer gastos desnecessários que comprometam suas finanças e, se possível, tenha uma reserva extra.



Tem mais alguma dica ou ainda tem dúvidas? Deixe um comentário e boa viagem!

Deseja conhecer as opções de pacotes de intercâmbio da BEX? Acesse www.bex.tur.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário